Prédios históricos ameaçados em Santa Luzia ganham novos telhados

Dois prédios do início do século 20, no Bairro da Ponte, em Santa Luzia, começam a receber os primeiros serviços para evitar a completa ruína.
De: Estado de Minas Cidades

Dois prédios do início do século 20, no Bairro da Ponte, em Santa Luzia, começam a receber os primeiros serviços para evitar a completa ruína. Os dois também estão na lista do PAC das Cidades Históricas, mas até hoje não receberam um centavo de verba federal. Vítima de incêndio em junho, a estação ferroviária, na Praça Getúlio Vargas, ganha nova cobertura, com recurso do ICMS Cultural, informou, ontem, a superintendente municipal de Patrimônio, Maria Goretti Fonseca Gabrich Freire Ramos. “Dessa forma, o prédio estará protegido das chuvas. Fica faltando a recuperação da porta e de duas janelas”, afirmou. O imóvel em obras já abrigou o centro de artesanato da cidade e deverá voltar à finalidade cultural. O galpão ao lado será usado para empório (venda de quitandas, doces e outros produtos feitos na cidade).

Perto da estação fica a Casa Tófani, desapropriada pela prefeitura local, via Secretaria Municipal de Educação, para ser o Centro de Referência do Professor e Museu do Imigrante. Nas chuvas do início do ano, o telhado desabou devido ao peso da caixa-d’água. Segundo Maria Goretti, será refeita a cobertura do prédio, que se encontra em acelerado processo de degradação, e fechada uma parede.
Tecnologia do Blogger.