Entrevista: Wagner Lima, diretor da Construtora Araújo Lima, empreendedora do Santa Luzia Shopping

Entrevista: Wagner Lima, diretor da Construtora Araújo Lima, empreendedora do Santa Luzia Shopping
Em entrevista exclusiva para o Site Cidade Santa Luzia, Wagner Lima, um dos diretores da Construtora Araújo Lima, fala um pouco do empreendimento Santa Luzia Shopping.
De: Exclusivo Cidade Santa Luzia Economia

Entrevista: Wagner Lima, diretor da Construtora Araújo Lima, empreendedora do Santa Luzia Shopping

O que era um dos maiores sonhos de consumo do povo luziense hoje já é uma realidade mais do que concreta, ou melhor dizendo, um valoroso investimento. Em entrevista exclusiva para o Site Cidade Santa Luzia, Wagner Lima, um dos diretores da Construtora Araújo Lima, de Belo Horizonte, fala um pouco do primeiro shopping de Santa Luzia. Com inauguração prevista para setembro de 2014, o empreendimento ocupará uma área com mais de 60 mil m2 e demandará recursos da ordem de R$ 100 milhões. “Por reunirem em um mesmo espaço um grande número de marcas que comercializam com o melhor custo benefício, os shoppings tornam-se cada vez mais procurados por todas as classes sociais”, destaca o diretor. Wagner Lima fundou a construtora e, juntamente com seus irmãos Webster de Oliveira e Welder de Oliveira,  tornou a Araújo Lima uma empresa sólida e reconhecida pela qualidade das edificações residenciais. Há dois anos, no entanto, decidiram ampliar o ramo de negócios, lançando, no final de 2011, o empreendimento Santa Luzia Shopping.


O que levou o grupo à escolha do município de Santa Luzia para um investimento desse porte?

Nossos planos de investimento no Vetor Norte começaram há cerca de dois anos. Realizamos, então, um detalhado estudo de viabilidade mercadológica, em que foram considerados, entre outros fatores importantes, o crescimento da região, a proximidade com o aeroporto de Confins e a ausência de um completo centro de compras, que pudesse atender às necessidades da população local e das regiões vizinhas. Além disso, a Construtora Araújo Lima – idealizadora do empreendimento – quer contribuir com o desenvolvimento de Santa Luzia, gerando novos empregos e mais renda.


Onde, exatamente, será construído o Santa Luzia Shopping?

A localização é realmente estratégica, pois ele ficará próximo aos centros Novo e Histórico, bem como dos futuros Centro Administrativo e Terminal Rodoviário Metropolitano de Integração de Santa Luzia. Em torno do terreno em que o shopping será erguido ficam os bairros São Benedito, Parque Nova Esperança, Vila Elza, Ponte Grande, Vila Olga e Baronesa.


No momento, são realizadas sondagens no terreno. Quando terão início outras etapas da obra, como terraplanagem, fundação e estruturas?

Estamos em dia com o cronograma e nosso objetivo é cumpri-lo até o final. Se não houver imprevistos, a terraplanagem começará na segunda quinzena de março. Na sequência, virão os serviços de fundação. Em maio, daremos início às obras estruturais.



Qual é o perfil de público e de lojas que o shopping pretende atrair?

O Santa Luzia Shopping terá produtos e serviços que atendem a todos os públicos. Nosso objetivo, entretanto, é beneficiar os moradores da cidade. Queremos conciliar a comodidade na oferta de produtos e serviços de qualidade com a excelente oportunidade de investimento que o shopping representa para os comerciantes locais.


O grupo pretende oferecer alguma preferência aos comerciantes locais para a aquisição de espaço no shopping? Como essa abordagem está sendo realizada?

O comerciante local é prioridade. Inicialmente, estamos oferecendo a eles espaços atrativos e em pontos estratégicos. Visando a estruturação e segurança dos lojistas para execução da atividade comercial no shopping, serão oferecidos, a preços simbólicos, serviços de consultoria e treinamento aos lojistas estreantes em um complexo comercial desse porte.

Nossa estratégia de abordagem de comerciantes inclui vários eventos e iniciativas que contam com apoio da CDL. Montamos também um estande de vendas no Village Mall, localizado à rua Presidente Afonso Pena, nº 40, sala 11, bairro Boa Esperança. Todas as informações a respeito do empreendimento e das facilidades de fazer parte dele podem ser obtidas com a nossa equipe comercial.

Quantas lojas terá o Santa Luzia Shopping? Que marcas já confirmaram presença?

O projeto, que prevê futuras expansões, possuirá dois pisos, com hipermercado, 135 lojas satélites, 5 lojas âncoras, 5 salas de cinema – sendo uma 3D, 5 megalojas e 15 restaurantes. As praças de Eventos e de Alimentação terão 650 lugares. Várias marcas já confirmaram presença, mas, por uma questão comercial, não podem ter os nomes revelados.


A área destinada ao shopping é extensa. O projeto prevê algum espaço destinado a atrações itinerantes, como parque de diversões, shows, circo e outras?

No Santa Luzia Shopping há previsão para um espaço de eventos que será locado conforme regras da administradora do shopping.


A construção de um shopping atrai outros investimentos e aumenta o fluxo de veículos nas imediações. A Rua Rio das Velhas é um dos atuais acessos à área que receberá o Santa Luzia Shopping e possui apenas uma faixa por sentido. Há algum projeto de melhoria dessa e de outras vias?

Por enquanto, não temos conhecimento disso. Mas, qualquer projeto de duplicação nas ruas e avenidas próximas ao shopping, se for desenvolvido, será de responsabilidade do Estado ou do Município.


Existem estudos para implantação do terminal BRT Santa Luzia próximo à área do shopping, bem como de um sistema de transporte sobre trilhos. O Via Shopping Barreiro e o Shopping Estação BH são exemplos de centros comerciais que já se beneficiam com o sucesso dessa integração no transporte. Não seria interessante para o grupo ceder parte do terreno à viabilização desses projetos?

Conforme informações repassadas pelos órgãos públicos responsáveis, há estudos de implantação do Terminal, mas a obra não será executada no terreno de propriedade do Santa Luzia Shopping, e não há nenhuma interferência do  empreendimento nesta obra que será um grande beneficio, tanto para os moradores da região quanto para o próprio empreendimento.

Os principais empreendimentos da Construtora Araújo Lima são condomínios residenciais. A empresa pretende investir também nesse setor em Santa Luzia?

Sim, a Construtora Araujo Lima tem interesse em investir em condomínios residenciais no município de Santa Luzia, inclusive há projetos protocolados junto a Prefeitura.


Entrevista: Wagner Lima, diretor da Construtora Araújo Lima, empreendedora do Santa Luzia Shopping

O que nossos leitores podem esperar do Santa Luzia Shopping?

Desenvolvimento e melhor qualidade de vida. Nossa intenção é contribuir com o crescimento da cidade e gerar emprego e renda. Com esse empreendimento, sabemos que o morador poderá resolver praticamente tudo na sua própria cidade, sem se deslocar para outras regiões, como acontece hoje. Assim a Construtora Araujo Lima e seus parceiros acreditam que o empreendimento é o que faltava para que Santa Luzia integrasse o hall das grandes cidades mineiras ressaltando que, não foram recebidos incentivos fiscais do Estado ou do Município para a sua realização.
Tecnologia do Blogger.