Secretaria de Saúde estuda reestruturação do sistema de saúde de Santa Luzia


Segundo o secretário de Saúde, Antônio Jorge, o Estado criará uma comissão de trabalho, que durante 30 dias realizará um diagnóstico do sistema
De: Exclusivo Cidade Santa Luzia Cidades

Na manhã desta sexta-feira (1º), o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, esteve em Santa Luzia, na Região Metropolitana de BH, para conhecer a estrutura do sistema de saúde pública do município. O secretário, acompanhado pelo prefeito e por políticos da região, visitou as instalações do Hospital São João de Deus, as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e a base do Samu, atualmente desativada.

Segundo o secretário, o Estado, por meio de um ato normativo, criará uma comissão de trabalho, que durante 30 dias realizará um diagnóstico do sistema. Em seguida, essa comissão irá propor modificações para fortalecer a rede de saúde e compor um sistema mais eficiente no município.

“O primeiro passo é reativar a atenção primária. Depois, será necessário aumentar a resolutividade do hospital, integrando-o ao sistema Manchester e ao SUS-fácil. Isso irá melhorar a taxa de ocupação hospitalar e, futuramente, tornará possível serviços mais complexos como UTI”, explicou Antônio Jorge.

Segundo o prefeito Carlos Alberto Calixto, o objetivo principal é garantir serviços de saúde mais eficientes para a população. “Pretendemos seguir o modelo de atenção estabelecido pelo sistema estadual. As recentes dificuldades na área de saúde devem ser enfrentadas com a reestruturação da rede”, disse.

“Não faremos ações pontuais, mas pensaremos de forma ousada, estratégica. Buscando reestruturar toda a rede, integrando as unidades de saúde entre si, melhorando a estrutura física e contratando profissionais”, explicou o secretário Antônio Jorge.

Investimentos do Estado

De 2003 a 2012, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) investiu mais de R$ 18 milhões no sistema de saúde de Santa Luzia. A atenção primária do município foi beneficiada com duas Unidades Básicas de Saúde, um investimento total no valor de R$ 1,3 milhão.

Por meio do programa Viva Vida, o município recebeu do governo estadual o Centro Viva Vida. O centro tem como objetivo a redução da mortalidade infantil e materna. Presta atendimento em planejamento familiar, pediatria, ginecologia, mastologia e urologia para toda a microrregião.

O Hospital São João de Deus, uma unidade filantrópica do município, também é beneficiado por investimentos do Governo de Minas. Por meio do Pro-Hosp, desde 2005, já foram investidos aproximadamente R$ 10 milhões no hospital para ampliação do bloco cirúrgico, construção da lavanderia, aquisição de material permanente e de consumo e reformas em geral.
Tecnologia do Blogger.