SES propõe ajuda à Prefeitura de Santa Luzia para reabertura do Hospital São João de Deus

O subsecretário de Políticas e Ações em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Maurício Botelho, reuniu-se com representantes e profissionais de saúde do Hospital São João de Deus, de Santa Luzia. A pauta foi a reabertura do Hospital, desativado há sessenta dias.



O subsecretário de Políticas e Ações em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Maurício Botelho, reuniu-se no início da tarde de hoje (08/10) com representantes e profissionais de saúde do Hospital São João de Deus, de Santa Luzia. A pauta foi a reabertura do Hospital, desativado há mais de três meses.

Durante a reunião, os representantes fizeram um relato sobre a  situação dos 270 funcionários, que estão há 60 dias sem receber salários. Durante a reunião, Maurício Botelho esclareceu aos presentes a posição do Estado e apresentou a mesma proposta oferecida pela SES-MG ao prefeito de Santa Luzia, que resultará na reativação do Hospital.

“Na semana passada apresentamos ao Prefeito Carlos Calixto uma proposta que possibilita a reabertura do Hospital. Estudos realizados pela SES demostram que é necessário o aporte de R$ 1,3 milhão para que o São João de Deus volte a funcionar. Assim, propusemos ao Prefeito uma parceria entre Estado, Federação e Município, por meio da qual R$ 300 mil seriam provenientes do Tesouro estadual, R$ 300 mil provenientes do faturamento do Hospital (PPI), R$ 300 mil do Governo Federal e R$ 400 mil da Prefeitura. Com esse valor o hospital poderá voltar a funcionar e contar com um Pronto Socorro, pediatra, ortopedista, cirurgião, obstetra, clínico e um anestesista. Além disso, o Estado vai bancar toda obra de readequação do hospital e abrir o CTI. Estamos dispostos a ajudar em tudo que for necessário, mas dependemos da contrapartida do Prefeito de Santa Luzia”, explicou.

A gerente do Serviço de Saúde do Hospital São João de Deus, Soraia Ferreira, disse que irá aguardar uma resposta do Prefeito em relação à reabertura do hospital, que se encontra fechado há três meses. “Nós, profissionais da instituição, juntamente com a população esperamos que essa situação seja resolvida e que o município aceite a proposta da Secretaria Estadual de Saúde. Esperamos que o São João de Deus volte a funcionar o mais rápido possível”, disse.

Para o Vereador do Município, David Martins Rodrigues, que também esteve presente à reunião, o fechamento do hospital implica em prejuízo à saúde da população de Santa Luzia. “Diante dessa situação, mais de 200 mil pessoas, que dependem dos serviços oferecidos pela instituição, e cerca de 270 funcionários estão sendo prejudicados pelo fechamento do Hospital. Já apresentamos uma denúncia junto ao Ministério Público e iremos apresentar outra à Ouvidoria das Promotorias para ver se conseguimos, no âmbito da justiça, retomar a reabertura do hospital”, finalizou.
Tecnologia do Blogger.