Sete Lagoas comemora seus 150 anos de emancipação de Santa Luzia



Pouca gente sabe, mas Sete Lagoas foi por 16 anos um distrito de Santa Luzia. Nesta sexta-feira, 24 de novembro de 2017, a cidade de Sete Lagoas comemora 150 anos de um dos maiores acontecimentos da vida política e administrativa do próspero município, sua emancipação.



De acordo com a Lei Estadual n° 317, de 18 de março de 1847, Santa Luzia recebeu sua primeira emancipação, se tornando uma VILA, que é uma divisão já não mais utilizada, entre distrito e cidade. Santa Luzia se separou de Sabará, levando junto os distritos de Santa Luzia (Sede), Sete Lagoas, Lagoa Santa, Matozinhos e Santa Quitéria (atual Esmeraldas). Essa divisão política durou por três anos, pois em 1850 Santa Luzia voltou a ser distrito de Sabará.

Santa Luzia só conseguiu a emancipação definitiva seis anos depois, a partir da Lei nº 755 de 30 de abril de 1856, que a elevou novamente a vila, mas sem os territórios de Santa Quitéria (Esmeraldas) e Capela Nova (Betim). Dois anos depois Santa Luzia foi elevada a categoria de CIDADE, análoga a município atualmente.

A primeira de muitas cidades a se separar de Santa Luzia foi a cidade de Sete Lagoas, que foi emancipada pela Lei Estadual 1.395, de 24 de novembro de 1867. Foi a cidade que se separou de Santa Luzia que mais cresceu em população e economia, superando até a sua antiga sede.

Durante todo este mês a cidade de Sete Lagoas vem comemorando sua emancipação com diversas atividades culturais.

Cerca de outras 15 outras cidades se emanciparam de Santa Luzia após Sete Lagoas.



Tecnologia do Blogger.